Cidade 1ª CONFERÊNCIA REGIONAL DA SAÚDE DAS MULHERES DA REGIÃO OESTE MATO-GROSSENSE

28/04/2017 às 19:16

Autor: Amaury Dantas

Na manhã do dia 27 de Abril na Câmara Municipal de Mirassol D’Oeste, aconteceu a solenidade de abertura dos trabalhos da 1ª Conferência Regional de Saúde das Mulheres da Região Oeste Mato-grossense, onde se fizeram presentes por intermédio de seus representantes os municípios de Cáceres, Curvelândia, Lambari D’Oeste, Rio Branco, Salto do Céu, São José dos Quatro Marcos, Gloria D’Oeste, Porto Esperidião, Araputanga, Reserva do Cabaçal e Indiavaí.

O Evento contou com a presença da prefeita interina de Mirassol D’Oeste Marinez Campos; Dra. Edna Ederli Coutinho Juíza da Comarca de Mirassol D’Oeste; Sandra Deniz Horn da Cruz Secretária de Saúde do município; Irineu Faia de Oliveira Pres. do Conselho Municipal de Saúde; Elisangela Vicentini Fazolo Gerente de Saúde em Atenção Especializada da Secretaria de Saúde de Mirassol D’Oeste.

A Conferência teve como tema central “Saúde das Mulheres: Desafios para a integralidade com Equidade”, cujo objetivo é propor diretrizes para a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres.

Há 30 anos, aconteceu aqui no Brasil a 1ª Conferência Nacional da Mulher, só agora três décadas depois está acontecendo a 2ª Conferência Nacional, e junto a este evento a 1ª Conferência Regional, um momento ímpar de elaboração das propostas e diretrizes da política nacional de saúde. O evento foi endereçado a Mirassol D’Oeste pelo simples fato de que o município hoje é tido como referência em atendimento de saúde na micro-região Vale do Jauru, e este reconhecimento dos nossos parceiros e vizinhos municípios, só nos faz acreditar ainda mais na possibilidade de que inevitavelmente em um futuro próximo, o município esteja atendendo casos de alta complexidade.

“A saúde da mulher, vem sofrendo avanços ao longo da história, hoje não é mais cabível dizer que a saúde da mulher se refere tão somente a consultas, médicos, exames, partos...enfim, a saúde da mulher envolve tanto a violência contra ela dentro e fora da própria casa, como o setor de informação, a mulher tem o direito de escolher se quer um parto normal ou cesariana, de ser orientada, de saber quantos filhos ela vai ter, ter acesso aos métodos anticoncepcionais, das prevenções, de políticas voltadas para que ela evite câncer e outras patologias; a mulher, além de ter o seu papel de dona de casa, companheira, mãe, ela também conquistou um novo espaço fora do convívio da família, e com isso, sobrecarregou suas responsabilidades causando de certa forma a possibilidade de contrair efeitos de fatores sociais e psicológicos, sobre processos orgânicos do corpo e naturalmente o bem estar, as chamadas doenças psicossomáticas, e isso deve ser visto e tratado com o devido respeito”, finalizou dizendo Sandra Horn, Secretária de Saúde de Mirassol D’Oeste.

É na ponta que se observa com mais detalhes as dificuldades, e por assim ser, é que se espera o apoio político tanto na esfera estadual como na federal; O Poder judiciário está comprometido e aberto à discussão do Tema, que abrange o mundo feminino desde a mais tenra infância ao último quartel da vida.

Os eixos que foram discutidos no encontro, serão analisados nos níveis municipal e regional, onde os Delegados participantes desta 1ª Conferência Regional de Saúde, levarão os resultados ao nível estadual e posteriormente nacional, para que se transforme em uma diretriz de política nacional onde deva ser trabalhada de cima para baixo.

Enquete

O que você está achando do novo portal da Prefeitura ?
Ver resultados
Copyright©2015-Todos os direitos reservados
Prefeitura Municipal de Mirassol D'Oeste - MT
Desenvolvimento:
www.mpxbrasil.com.br

webmail

Acesse seu aqui o seu e-mail através do Webmail.